sexta-feira, 19 de março de 2010

ENTREVISTA COM O COLETIVO INSÔNIA

Banda Firmino

A Cultcha Milla de Paula bateu um papo com o Gilson, membro do mais novo coletivo de bandas de Brasília. Conheça mais do Insônia:

Cultcha: Apresente o Coletivo Insônia.

Gilson: O Insônia nasceu em Samambaia para lutarmos pela cena daqui, era praticamente obrigatório que a gente montasse algo ligado ao rock and roll. Então, após uma boa conversa nós resolvemos trabalhar sério na idéia e com os apoios que estamos recebendo nesse começo de atividade tudo está como planejado. Graças também ao nosso empenho e dedicação ao projeto. Fazem parte do coletivo as bandas Biônicos, Firmino e a Los Quebraditos, além do estúdio New Photo e um grupo de dança.

- De onde surgiu a ideia de montar o Coletivo e por que vocês sentiram necessidade de o fazer?

- Nós estávamos vendo como o trabalho em equipe dos coletivos Esquina e o Cultcha estava sendo legal, e começamos a pensar sobre isso. Mas o que nos motivou mais ainda foi a palestra do Alê Barreto na semana que antecedeu o Grito Rock. As frases que o Alê expressava pareciam uma indireta pra nós, soava mais ou menos assim: “ Façam a parada acontecer seus suburbanos”, hehe. E foi foda, abraçamos a ideia e estamos trabalhando firme mesmo.

Samambaia necessitava urgentemente de algo permanente por aqui. Na cidade não tem um lugar fixo pra galera curtir e tomar uma gelada, e o nosso objetivo é fechar parceria para abrir a cabeça dessas pessoas, mostrando que a cidade não está morta, apenas paralisada. Com trabalho e dedicação isso vai mudar, vamos fazer valer nosso trabalho e a galera vai abraçar a causa.



Banda Biônicos

- Quais as propostas, os objetivos do Coletivo Insônia?

- Primeiramente estamos fechando parcerias com bares da cidade, pois queremos ver as casas crescendo junto com o nosso trabalho. Outro fator importante, nós queremos ver a galera montando novas bandas, porque um dos motivos de existir poucas bandas em Samambaia é o fato de não ter locais para se apresentar. Isso desanima mesmo, mas pretendemos mudar isso. Finalizando, queremos que a galera aprenda a participar e ajudar os eventos da própria cidade, muitas vezes a galera vai curtir em um evento fora daqui por não ter opção, então vamos trabalhar forte para acabar com esse problema e valorizar a cena da cidade.

- E por agora, quais são os planos? Como andam os planos do Insônia? O que vem por aí?

- Até o momento tudo está saindo como planejado, muitas pessoas ajudando. Já temos apoios fundamentais para execução dos projetos, isso foi uma conquista rápida e que nos motivou muito. Essa semana a gente pensou em muita coisa boa, e depois de colocar no papel e correr atrás, as respostas foram positivas, ou seja, já temos data marcada para o lançamento oficial do Coletivo, que vai ser no dia 28 de Março, no Bar da Toinha (Rock and Roll Bar) em Samambaia Norte. A parceria foi firmada, lá é onde vamos realizar os eventos mensais do Coletivo.

- Por último, o que a comunidade (do rock e de Samambaia como um todo) deve esperar do grupo?

- Podemos afirmar que já estamos buscando melhorias para a cena da cidade. Pensamos em muita coisa boa para execução dos projetos. Então com certeza a galera vai sentir a cidade sendo transformada, mas as pessoas devem estar participando ativamente dos eventos para sentir a transformação. Temos convicção que até nós vamos nos surpreender com o retorno positivo que isso vai causar na cena de Samambaia, abrindo os olhos da galera. Então é isso, vamos dar duro no trabalho, mas as pessoas devem estar ajudando também porque assim, a parada vai render mais rápida.



Os caras já estão com blog no ar COLETIVO INSÔNIA clica aí para saber mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário