quarta-feira, 23 de setembro de 2009

PÉ NA ESTRADA

Valdez em Cuiabá. Grito Rock 2009.


Portal Toque no Brasil promete revolucionar a interação entre bandas e casas de shows de todo o país

Michel Aleixo



Não há dúvidas que iniciativas como a Abrafin (Associação Brasileira de Festivais Independentes) e o Circuito Fora do Eixo (rede de trabalhos concebida por produtores culturais de diversos estados), estão promovendo uma combustão sem precedentes na cena da música independente. Hoje, bandas associadas a coletivos e produtoras de sua cidade de origem, dispõem de uma rede de contatos que lhes permite agendar e conhecer parceiros de outros lugares com maior facilidade. Entretanto, para muita gente, ainda existe algo nesse sistema que não funciona de maneira articulada, o circuito de turnês.

Um dos que afirmam isso é o produtor e músico Sérgio Ugeda. Sua idéia para mudar essa realidade é o portal Toque no Brasil. Ele o apresentou em uma das conferências livres que integraram a edição deste ano do Porão do Rock. Trata-se de um site que vai conglomerar contratantes (casas de shows), contratados (bandas e profissionais da música) e público. Uma vez reunidos no mesmo cyber espaço, produtores e casas poderão divulgar datas abertas em suas agendas e contatar artistas cadastrados. Por exemplo, uma banda de Brasília que tiver um show marcado em São Paulo, pode consultar opções de datas disponíveis em cidades no meio do caminho. Hipoteticamente, ela pode tocar no interior de Minas na ida e se apresentar em Belo Horizonte na volta, passando também por Goiânia, etc.

“Você pode observar, não acontece apenas com bandas pequenas, até os figurões como Ivete Sangalo ou Titãs não fazem turnês propriamente ditas. As datas mesmo que espalhadas pelo país são sempre esporádicas”, afirma Sérgio, que é guitarrista e vocalista da banda paulista Debate e comanda a gravadora Amplitude. A idéia do Toque no Brasil não é exatamente nova. Nos Estados Unidos, o site sonicbids já há alguns anos oferece esse serviço de agendamento para bandas que excursionam por lá. “Assim que conheci o site logo me cadastrei. Minha banda fez 28 datas nos Estados Unidos graças ao sonicbids. Quando estávamos em Boston, sede da empresa, fiz questão de visitar o escritório dos caras e agradecê-los. Assim que contei minha história eles disseram: ‘Você entendeu nossa mensagem, sua banda é um exemplo que nosso serviço funciona’. No ato me deram mil dólares e disseram que seríamos a banda destaque do mês”, conta.

O Toque no Brasil está recebendo os últimos ajustes antes do lançamento oficial, mas uma pré-versão já está no ar. Para Sérgio, o site é apenas uma ferramenta a mais. O que vale mesmo é à força de vontade da banda na busca de seus objetivos. “Não ache que alguém um dia vai bater na sua porta e te oferecer um contrato milionário. Isso não acontece. Hoje quem se destaca, sua a camisa e corre atrás. Simplesmente, ninguém gosta da sua música mais do que você mesmo”.

Conheça a versão demonstrativa do portal em toquenobrasil.com.br

Um comentário:

  1. Irado demais! Muito boa a iniciativa e vcs estão de parabéns por divulga-la ainda mais.

    abraços!

    ResponderExcluir